Todos os dias, neste espaço, divulgo um poema da minha autoria para que a minha inspiração vos possa servir de guia.

Every day, in this space, I spread a poem of my authorship so that my inspiration can serve as a guide to all of you.

Receber poemas por / Receive poems by Email

Translate

quinta-feira, 4 de maio de 2017

O amolador / The grinder

O amolador passa na rua
Com certeza vai chover
Ele toca a flauta
Da sua passagem todos ficam a saber.

Afia facas e tesouras
A quem dos seus serviços precisar.
É um vendedor ambulante
Cada vez mais raro de encontrar.

Ainda hoje ele passa na minha rua
Lembrando-me um som de criança
Uma música característica
Um som que nunca cansa.

Sentada à secretária, no meu quarto, em casa dos meus pais
Escrito a computador
26 de abril de 2017
20h55


The grinder passes on the street
surely it will rain
He plays the flute.
From his passage everyone knows.

He sharpens knives and scissors
For whom his services need.
He's a street vendor.
Increasingly rare to find.

Even today he passes on my street
Remembering a childlike sound
A characteristic music
A sound that never tires.

Sitting at my desk in my room at my parents' house.
Written to computer
April 26, 2017

8:55 p.m.

Gadget

Este conteúdo ainda não se encontra disponível em ligações encriptadas.