Todos os dias, neste espaço, divulgo um poema da minha autoria para que a minha inspiração vos possa servir de guia.

Every day, in this space, I spread a poem of my authorship so that my inspiration can serve as a guide to all of you.

Receber poemas por / Receive poems by Email

Translate

sexta-feira, 31 de março de 2017

Sala de operações / Operating room

No momento em este poema
É automaticamente publicado
Devo estar a dormir profundamente
O meu corpo já está anestesiado.

A preparação começou na véspera
Cumpridas todas as orientações
Tranquilamente confio
E controlo as emoções.

Depois de algum tempo de espera
Entro na sala de operações
Em pouco tempo adormeço
Apenas vejo algumas feições.

Não tarda estarei no recobro
Ansiosa por a casa regressar
Depois desta aventura
O meu maior desejo é descansar.

Sentada à secretária, no meu quarto, em casa dos meus pais
Escrito a computador
28 de março de 2017
18h30



At the moment in this poem
It is automatically published
I must be sleeping soundly
My body is already anesthetized.

Preparation started the day before
All guidelines have been met
I calmly trust
And control the emotions.

After some waiting time
I enter the operating room
I soon fall asleep
I just see some features.

I'll be back soon
Anxious for the house to return
After this adventure
My greatest desire is to rest.

Sitting at my desk in my room at my parents' house.
Written to computer
March 28, 2017

6:30 p.m.

quinta-feira, 30 de março de 2017

Os corredores do hospital / The hospital corridors

Quando os corredores do hospital
Se tornam estranhamente familiares
Subitamente vemos os mesmos rostos
e visitamos os mesmos lugares.

Longas horas de espera
Um nervoso miudinho
Momentos de difícil gestão
Que passam devagarinho.

Espaços estreitos e escuros
Fechados ao exterior
Dias de aflição
Desejando sempre o melhor.

Cenas que se repetem
Profissionais que passamos a conhecer
Uma odisseia imprevista
Cujo desfecho é impossível de prever.

Sentada à secretária, no meu quarto, em casa dos meus pais
Escrito a computador
28 de março de 2017
18h16



When the hospital corridors
Become strangely familiar
Suddenly we see the same faces
And visited the same places.

Long hours of waiting
A little nervous
Difficult management times
Passing slowly.

Narrow and dark spaces
Closed to the outside
Days of affliction
Wishing always the best.

Scenes that repeat
Professionals that we come to know
An unforeseen odyssey
Whose outcome is impossible to predict.

Sitting at my desk in my room at my parents' house.
Written to computer
March 28, 2017

6:16 p.m.

quarta-feira, 29 de março de 2017

Não sou consensual / I'm not consensual

Não sou consensual
Nem tão pouco procuro ser
Há pessoas que me adoram
Outras nem me podem ver.

Sou fiel a mim própria
Aos meus ideais e valores
Sem querer magoar ninguém
Não me desfaço em favores.

Sou fiel a mim própria
É sobretudo a mim que tenho de respeitar
Também nutro respeito pelo próximo
Que assim me consiga aceitar.

Sentada na minha cama, no meu quarto, em casa dos meus pais
Escrito à mão
24 de março de 2017
7h29


I'm not consensual
I do not even try to be
There are people who love me
Others can not even see me.

I am faithful to myself
To my ideals and values
No need to hurt anyone
I do not shirk in favors.

I am faithful to myself
It is mainly me who I must respect
I also nurse respect for others
So that may accept me.

Sitting on my bed, in my room, at my parents' house
Handwritten
March 24, 2017

7:29

terça-feira, 28 de março de 2017

O sucesso procuro alcançar / Success I try to achieve

Tento, falho
Volto a tentar
Mesmo que erre
Deixo de ter medo de falhar.

Tento novamente
Não desisto de tentar
Caio e levanto-me
Continuo a lutar.

De tanto errar acerto
Os meus sonhos consigo realizar
Por mais que nem sempre consiga
O sucesso procuro alcançar.

Sentada no meu carro numa rua de Mem-Martins
Escrito à mão
23 de março de 2017
17h23


I try, I fail
I'm trying again
Even though I miss
I'm no longer afraid of failing.

I try again
I do not give up trying
I fall and get up
I continue to fight.

From so much error correct
My dreams come true.
However often I can not
Success I try to achieve.

Sitting in my car on a street in Mem Martins
Handwritten
March 23, 2017

5:23 p.m.

segunda-feira, 27 de março de 2017

O mundo jamais será igual / The world will never be the same

O mundo jamais será igual
Os meus olhos não o vêem da mesma forma
Tudo se torna relativo
Viver intensamente é a minha única norma.

Faço um balanço de tudo
Com uma enorme gratidão
O bom que a vida me tem trazido
Vivido com muita emoção.

Sem receios, nem preocupações
Com determinação tudo enfrento
Tenho apoio em meu redor
Este é mais um desafio e eu aguento.

Sentada na gare de comboios de Mem-Martins
Escrito à mão
23 de março de 2017
8h30



The world will never be the same
My eyes do not see it in the same way.
Everything becomes relative
Living intensely is my only rule.

I take stock of everything
With great gratitude
The good that life has brought me
Lived with a lot of emotion.

No fears, or worries
With determination everything I face
I have support around me
This is more of a challenge and I can handle it.

Sitting at the train station of Mem-Martins
Handwritten
March 23, 2017

8:30 a.m.

domingo, 26 de março de 2017

Haiku, Haikai , 俳句

pessegueiro anão florido
a abelha colhe o néctar.
Ainda não há frutos

Sentada à secretária no meu quarto em casa dos meus pais
escrito à mão
19 de março de 2017,
19h54

lowering dwarf peach
The bee harvests the nectar.
There are no fruits yet

Sitting at my desk in my room at my parents' house.
handwritten
March 19, 2017,

7:54 p.m.

sábado, 25 de março de 2017

Redescoberta da vida / Rediscovery of life

A vida é para ser vivida
Frase feita nem sempre sentida
De um momento para o outro
Somos levados a pensar como ela ficou esquecida.

Uma perda, uma doença
Algo nos faz descarrilar
De um momento para o outro
Tudo fica fora do lugar.

A mente vacila
Começa a questionar
O que tenho de aprender com isto?
O que devo mudar?

Um dia de cada vez
Para melhor aproveitar
A vida é um bem precioso
Não se pode desperdiçar.

Nada há a temer
O segredo é acreditar
Só o agora é certo
Temos de nos cuidar.

Sentada à secretária no meu quarto em casa dos meus pais
Escrito a computador
20 de março de 2017
20h03



The life is to be lived
Sentence not always felt
From one moment to another
We are led to think how she was forgotten.

A loss, an illness
Something derails us.
From one moment to another
Everything is out of place.

The mind falters
Begins to question
What do I have to learn from this?
What should I change?

One day at a time
To better enjoy
Life is a precious commodity.
It can not be wasted.

There is nothing to fear
The secret is to believe
Only now is right.
We have to take care of ourselves.

Sitting at my desk in my room at my parents' house.
Written to computer
March 20, 2017

8:03 p.m.

sexta-feira, 24 de março de 2017

Sexto Sentido / Sixth Sense

Sexto sentido
Não se pode ignorar
Um aliado, um amigo
Que devemos sempre escutar.

Sem aviso prévio
Ele surge para nos avisar
São dores no estômago
Que teimam em apertar.

Adrenalina no estômago
A sensação de que algo está a falhar
Uma ferramenta útil
Que muito nos pode ajudar.
Sentada à secretária no meu quarto em casa dos meus pais
Escrito a computador
20 de março de 2017
19h47


Sixth Sense
Can not ignore
An ally, a friend
That we should always listen.

Without previous warning
He comes to warn us
They are pains in the stomach
That stubborn in tightening.

Adrenaline in the stomach
The feeling that something is failing
A useful tool
That much can help us.

Sitting at my desk in my room at my parents' house.
Written to computer
March 20, 2017

7:47 p.m.

quinta-feira, 23 de março de 2017

Silêncios gritantes / Howling Silences

Silêncios gritantes
Falam mais do que mil palavras
Tornam-se irritantes
Surgem de ideias parvas.

Falsos julgamentos
Más interpretações
Sem fundamentos
Nem emoções.

Tudo fica dito
Pela ausência de som
Sensação de incomodo
Isto não é nada bom.

Sentada na minha cama, no meu quarto, em casa dos meus pais
Escrito à mão
18 de março de 2017
21h44



Howling Silences
They speak more than a thousand words
They become irritants
They come from silly ideas.

False Judgments
Misinterpretations
Baseless
No emotions.

Everything is said
Due to the lack of sound
Feeling uncomfortable
This is not good.

Sitting on my bed, in my room, at my parents' house
Handwritten
March 18, 2017

9:44 p.m.

Gadget

Este conteúdo ainda não se encontra disponível em ligações encriptadas.