Todos os dias, neste espaço, divulgo um poema da minha autoria para que a minha inspiração vos possa servir de guia.

Every day, in this space, I spread a poem of my authorship so that my inspiration can serve as a guide to all of you.

Receber poemas por / Receive poems by Email

Translate

quarta-feira, 31 de agosto de 2016

A tranquilidade da paisagem / The tranquility of the Landscape

Um cardume de peixes
Reune-se perto da encosta
A maré começou a descer
É do bom tempo que se gosta.

A água está fria
Um mergulho destemido no mar
Está muito calor
Sabe bem refrescar.

Os veraneantes aproveitam
O bom tempo de verão
A tranquilidade da paisagem
Serve de inspiração.

Sentada numa praia em cascais
Escrito à mão
14 de agosto de 2016
14h20



A shoal of fish
Reunite near the hillside
The tide began to go down
It's of good time we like.

The water is cold
A fearless diving in the sea
It's very hot
It knows well to cool.

Holidaymakers enjoy
Good summer time
The tranquility of the landscape
Is an inspiration.

Sitting on a beach in Cascais
Handwritten
August 14, 2016

2:20 p.m.

terça-feira, 30 de agosto de 2016

Foi difícil continuar a acreditar / It was difficult to continue to believe

Sinto-me sem energias
Um pouco atordoada
Como se um comboio passa-se por cima de mim
Estou completamente descarregada.

Uma luta chegou ao fim
Foi vencida uma batalha
É penoso acreditar
Quando à nossa volta tudo falha.

Amanhã regresso à luta
Para conseguir conquistar
Hoje vivo o rescaldo
Não paro de me beliscar.

Tudo tem sido tão trabalhoso
Muito empenho para não desanimar
Todo o tempo que passou
Foi difícil continuar a acreditar.

Sentada na minha cama em casa dos meus pais
10 de agosto de 2016
18h39
Escrito à mão



I feel without energy
A little stunned
As if a train passes over me
I am completely exhausted.

A fight is over
It was won a battle
It is painful to believe
When everything around us fails.

Tomorrow I return to fight
To achieve conquer
Today living the aftermath
I keep pinching myself.

Everything has been so laborious
A lot of effort not to lose heart
All the time spent
It was difficult to continue to believe.

Sitting on my bed in my parents' house
August 10, 2016
6:39 p.m.

Handwritten

segunda-feira, 29 de agosto de 2016

Desperta o melhor de mim / Awakes the best of me

Desperta o melhor de mim
Ficarei para sempre a teu lado
Sei o quanto a vida pode ser ruim
E como eu também tu precisas ser amado.

Chega-te mais perto
Concerteza não te faço mal
Quero-te inteligente e esperto
E com um jeitinho especial.

Vem me fazer feliz
Não me queiras magoar
A tua alma comigo condiz
Só eu te irei amar.

O melhor de ti despertarei
Com amor e compreensão
Tu para mim serás um rei
E eu a tua eterna paixão.

Sentada na minha secretária em casa dos meus pais
10 de agosto de 2016
18h14
Escrito à mão


Awakes the best of me
I'll be forever by your side
I know how life can be bad
And as I also you need to be loved.

Come closer
Surely I do not hurt you
I want you intelligent and smart
And with a special way.

Come make me happy
Do not try to hurt me
Your soul with me matches
Only I'll love you.

The best of you I will stir up
With love and understanding
Thou shall be to me a king
And I your eternal passion.

Sitting on my desk in my parents' house
August 10, 2016
6:14 p.m.

Handwritten

domingo, 28 de agosto de 2016

Haiku, Haikai , 俳句

Meditando ao som de música zen
Lá fora o mundo contínua a girar.
O gato ouviu o som de Saturno e saiu.

24 de julho de 2016,
Sentada na praia de Cascais
escrito à mão
18h42



Zen meditating to the sound of music
Outside the world continued to spin.
The cat heard the sound of Saturn and left.

July 24, 2016,
Sitting on the beach in Cascais
handwritten

6:42 p.m.

sábado, 27 de agosto de 2016

Solitário Vádio / Lonely vagrant

Há dias em que tudo o que faço
Parece que é errado
Poucas coisas na minha vida dão certo
Tudo o que tenho é muito suado.

O azar persegue-me
Dele me tento livrar
Com muitas e tristes lágrimas
Da tristeza tento me libertar,

Um difícil karma
Que não me deixa respirar
Luto arduamente
Quase nunca saio a ganhar.

Um estranho feitiço
Sobre mim recaiu
Uma difícil sina
De um solitário vádio.

Sentada na minha cama em casa dos meus pais
Escrito à mão
9 de agosto de 2016
12h42


There are days when everything I do
It seems that is wrong
Few things in my life work out
All I have is very sweaty.

Bad luck haunts me
I try to get rid of it
With many sad tears
Of sorrow I try break free

A difficult karma
That don’t let me breathe
I fight hard
Almost never go out to win.

A strange spell
About me fell
A difficult fate
Of a lonely vagrant.

Sitting on my bed in my parents' house
Handwritten
August 9, 2016

12:42

sexta-feira, 26 de agosto de 2016

Quando o sol decide brilhar / When the sun decides to shine

Um mau colega
Arranja desculpas na sua vida para não nos ajudar.
Um mau chefe
Divide para reinar.
Um mau amigo
Deixa simplesmente de telefonar.
Uma vida cheia de entraves
É difícil de aguentar.
Um mau dia transforma-se
Quando o sol decide brilhar.

Sentada na minha cama em casa dos meus pais
Escrito à mão
9 de agosto de 2016
12h35



A bad fellow
Make excuses in his life to not help us.
A bad boss
Divides and rule.
A bad friend
Just stop calling.
A life full of obstacles
It is difficult to endure.
A bad day is transformed
When the sun decides to shine.

Sitting on my bed in my parents' house
Handwritten
August 9, 2016

12:35

quinta-feira, 25 de agosto de 2016

Assombrada pela má sorte / Haunted by bad luck

Assombrada pela má sorte
Mantem o foco
Precisa de ser forte.

Demasiado azarenta
Tanto murro no estômago
E ainda assim aguenta.


Uma triste sina
Um estranho destino
Que todos os esforços arruina.

Tudo tem de ter solução
Tem de se conseguir vencer
Para se conseguir manter a razão.

Sentada no comboio da linha de Sintra
Escrito à mão
4 de agosto de 2016
18h10


Haunted by bad luck
Maintains focus
You need to be strong.

Too unlucky
Much punch in the stomach
And yet withstands.

A sad fate
A strange destiny
That all efforts ruins.

Everything has to be solved
You have to able to win
To maintain the reason.

Sitting in the Sintra line train
Handwritten
August 4, 2016

18:10

quarta-feira, 24 de agosto de 2016

Sou um E.T / I am an E.T

Sou um E.T.
Perdi a minha nave
Estranha para quem vê
Uma rara ave.

Sou uma indigena
Que perdeu a sua tribo
Uma pessoa digna
Que não merecia tanto castigo.

Sou um ser errante
Nesta vida à deriva
Um unicórnio cavalgante
Uma bela diva.

Sou orgulhosamente diferente
De uma maioria cinzenta
Uma mulher inteligente
Que muito aguenta.

Sentada no comboio da linha de Sintra
Escrito à mão
4 de agosto de 2016
18h05


I am an E T
I lost my ship
Stranger to the beholder
A rare bird.

I am an indigenous
Who lost his tribe
A worthy person
I did not deserve much punishment.

I am a wanderer
In this life adrift
A unicorn to ride
A beautiful diva.

I am proudly different
Of a gray majority
An intelligent woman
That much can handle.

Sitting in the Sintra line train
Handwritten
August 4, 2016

18:05

terça-feira, 23 de agosto de 2016

Decidi deixar de pensar / I decided to stop thinking

Decidi deixar de pensar
Porque me fazia sofrer
Quando sinto um mau pensamento a se aproximar
Faço tudo para o esquecer.

Decidi que queria ser feliz
Que o agora queria viver
Desejei ser dona do meu nariz
O melhor de mim erguer.

Decidi tomar as rédeas da minha vida
Ser autónoma e independente
Nem sempre sou reconhecida
Mas sigo sempre em frente.

Decidi ser dona do meu destino
Fazer à minha maneira
Apenas eu sou dona do meu tino
Sou única e pioneira

Sentada a mesa da cozinha em casa dos meus pais
Escrito à mão
2 de agosto de 2016
7h57



I decided to stop thinking
Because it made me suffer
When I feel a bad thought to approach
I do everything to forget.

I decided I wanted to be happy
Who now wanted to live
I wanted to own my nose
The best of me lift.

I decided to take the reins of my life
Be autonomous and independent
I am not always recognized
But always I move on.

I decided to be the owner of my destiny
Making thing’s my way
Only I'm the proud owner of my judgment
I am unique and pioneering

Sitting at the kitchen table in my parents' house
Handwritten
August 2, 2016

7:57 a.m.

Gadget

Este conteúdo ainda não se encontra disponível em ligações encriptadas.