Todos os dias, neste espaço, divulgo um poema da minha autoria para que a minha inspiração vos possa servir de guia.

Every day, in this space, I spread a poem of my authorship so that my inspiration can serve as a guide to all of you.

Receber poemas por / Receive poems by Email

Translate

sábado, 28 de fevereiro de 2015

A vida é uma encruzilhada / Life is a crossroads




A vida é uma encruzilhada
De caminhos que se cruzam
E que deixam de se cruzar.
Com a cabeça deitada na almofada
Os pensamentos se acumulam
Pois há escolhas difíceis de tomar.

Decisões do passado
Que causaram arrependimento
Não querendo magoar ninguém
Ficando acomodada a um triste fado.
Cada vez mais perdida e em descontentamento
Observando tudo em redor procurando alguém.

Uma dor no estômago
Um forte aperto num peito
Dúvidas que vêm do nosso âmago
Procurando compreender o que foi feito.

Passos a dar
Decisões a tomar
Entre ficar e voar
É preciso agir e mudar.

Sentada à secretária, Boticas,
escrito a computador,
25 de fevereiro de 2015,
13 h 30
In Costa, Maria Leonor. Catarse das Palavras.


Life is a crossroads
Paths that intersect
And who fail to cross.
With the head lying on the pillow
Thoughts accumulate
For there are difficult choices to make.

Past decisions
That caused repentance
Not wanting to hurt anyone
Getting accommodated to a sad fate.
Increasingly lost and discontent
Observing everything around looking for someone.

A pain in the stomach
A strong chest tightness
Questions that come from our heart
Trying to understand what was done.

Steps to take
Decisions to be taken
Between stay and fly
You need to take action and change.

Sitting at desk, Boticas,
written on the computer,
on February 25, 2015,
1 : 30 p.m.
In Costa, Maria Leonor. Catharsis of Words.

 

sexta-feira, 27 de fevereiro de 2015

O Amor faz parte do passado / Love is in the past



 

O momento é de uma enorme confusão
Os pensamentos estão em ebulição
Arde no peito o coração
Por não se conseguir tomar uma decisão.

Há muitas escolhas a fazer
Um novo percurso a percorrer
Doa a quem doer
A vida vai ter de renascer.

As expetativas saíram goradas
As fantasias foram roubadas
As relações tornaram-se frustradas
São necessárias medidas ousadas.

O amanhã será noutro lado
Quando tudo tiver acalmado
Aqui ninguém é culpado
Mas o amor faz parte do passado.

Sentada no autocarro de Chaves para Boticas,
escrito à mão,
27 de fevereiro de 2015,
8 h 35
In Costa, Maria Leonor. Amores Platónicos.


The moment is of a huge confusion
Thoughts are on fire
Burns in the flesh the heart
By not be able to take a decision.

There are many choices to make
A new way to go
No matter who gets hurt
Life will have to reborn.

Expectations have been disappointed
The fantasies were stolen
Relations have become frustrated
Bold steps are needed.

Tomorrow will be in another side
When everything has calmed
Here no one is guilty
But love is in the past.

Sitting on the bus of Chaves to Boticas,
Handwritten,
on February 27, 2015,
8 : 35 p.m.
In Costa, Maria Leonor. Platonic Loves.

 

quinta-feira, 26 de fevereiro de 2015

Vai um cafézinho / Do you want a cup of coffee



Vai um cafezinho
Com um pouco de açúcar e canela
Acompanhado por um bolinho
Na mesa do Carbela.

Um simples miminho
Que sabe tão bem
Saborear com gostinho
Na companhia de alguém.

Autocarro com destino a Lisboa (IP3), Almaça,
escrito à mão ,
19 de fevereiro de 2015,
12 h 30
In Costa, Maria Leonor, Poesias Mundanas.


Do you want a cup of coffee
With a little sugar and cinnamon
Accompanied by a cookie
In the table of Carbela.

A simple sweet gift
That tastes so good
Enjoy with taste
In someone's company.

Bus to Lisbon (IP3), Almaça,
handwritten
February 19, 2015,
00 : 30 p.m.
In Costa, Maria Leonor, Worldly poetry


 

Gadget

Este conteúdo ainda não se encontra disponível em ligações encriptadas.